d

Criado pelo Twitter em parceria com a Unesco, o guia Ensinar e aprender com o Twitter aborda, de forma clara e didática, a alfabetização midiática e informacional (MIL é a sigla em inglês), a cidadania global e a educação para a cidadania digital. “Com este recurso, Twitter e UNESCO esperam aproveitar as respectivas especializações em informação, tecnologia, mídia e MIL para oferecer conselhos práticos que informam sobre métodos e resultados pedagógicos”, dizem os organizadores do material.

A seguir, selecionamos, entre os conteúdos propostos pelo Guia, cinco atividades para realizar com os estudantes, que podem contribuir para a alfabetização midiática e informacional.

 

 

 

  1. Demonstração prática

Apresente exemplos atuais de golpes, boatos ou informações erradas on-line e explique como reconhecê-las. O site projetocomprova.com.br é um local em que você pode explorar exemplos de desinformação.

  1. O que é real?

Apresente diversos fatos conflitantes, fotografias adulteradas e reais, rostos criados artificialmente e rostos humanos genuínos, matérias pagas e artigos. Promova um quiz para medir o nível de alfabetização do grupo. Eles estão fazendo as perguntas certas sobre o material? Para mais informações sobre esse tipo de avaliação, consulte o módulo sobre Raciocínio civil on-line do Stanford History Education Group, que faz parte do Mediawise. Essas avaliações abordam afirmações em redes sociais, sites de compartilhamento de vídeos, Wikipedia, páginas da Web genéricas e mais.

https://sheg.stanford.edu/civic-online-reasoning

  1. Detetives digitais

Peça para seus alunos apresentarem um exemplo de “fake news”, spam ou golpe. Faça eles analisarem
o exemplo e apresentarem os motivos para ele ser considerado desinformação.

Observação: é importante que essa atividade seja realizada de uma maneira adequada para a idade dos participantes e sob a supervisão do professor da turma ou dos pais.

4.Sustente sua afirmação!

Quando um aluno fizer uma declaração sobre um fato, questione-o sobre como ele sabe que aquilo é verdade. Peça para que ele pesquise os fatos e retorne com informações para sustentar aquela afirmação. Demonstre que afirmar que algo é de “conhecimento público” não significa, por si só, que seja verdade.

  1. Esquadrão cibernético

Incentive sua turma a monitorar a pegada digital dos colegas (mantendo o adequado respeito à privacidade) e a denunciar a você cyberbullyingou outras atividades on-line inadequadas.

MIL

 

→ Ficou interessado no conteúdo do guia Ensinar e aprender com o Twitter? Acesse o material completo aqui.

*Conteúdo publicado com anuência do Twitter.