d

O provérbio africano que diz que é preciso uma aldeia inteira para educar uma criança se adequa perfeitamente aos princípios do  Quero na Escola Especial Professor. A iniciativa do Quero na Escola em parceria com a Fundação SM conecta a escola e a comunidade, de forma a fortalecer e ampliar o processo de aprendizagem.

Segundo a coordenadora do projeto, Cinthia Rodrigues, “o objetivo do Quero na Escola Especial Professor é promover uma maior integração entre a sociedade e a escola, acreditando no potencial de aprendizado que esta integração pode resultar para ambas”. Na prática, o Quero na Escola Especial Professor recebe solicitações de ajuda (aulas, atividades, visitas de especialistas) de educadores de escolas públicas de várias partes do Brasil e aciona voluntários que possam contribuir a partir de suas áreas de competência. Rodrigues ressalta que o apoio da sociedade vai além de atender aos pedidos dos docentes. “Tanto as pessoas que conhecem o tema e vão até o local ajudam, como também aquelas que se entusiasmam com a possibilidade e mobilizam amigos e familiares para que participem”, explica.

Em sua quarta edição, o projeto receberá novos pedidos de professores até o dia 10 de setembro. Para inscrever solicitações ou atender aos pedidos, professores e voluntários devem acessar o site do Especial Professor. As atividades serão realizadas ao longo do mês de outubro, época em que se comemora o Dia do Professor.

Com o intuito de ajudar o Quero na Escola Especial Professor com a tarefa de conectar comunidade e escola, separamos dez pedidos de professores por atividades diversas. Quem sabe uma delas combina com o seu perfil, ou com o de alguém que você conheça?!

Confira a nossa seleção:

Palestra motivacional para alunos em Bonfim (MG)
A professora desta cidade, a 24 km de Brumadinho, gostaria de uma atividade que ajudasse alunos desmotivados e com problemas de autoestima. Segundo ela, são questões sociais e expectativas baixas que precisam ser trabalhadas. Saiba mais.

Apresentação teatral no Rio de Janeiro (RJ)
Tem um grupo de teatro no Rio? Conhece quem tem? Que tal apresentar seu espetáculo em uma creche da cidade maravilhosa e encantar tanto as crianças quanto os educadores? Saiba mais.

Metamorfose das borboletas em Aparecida de Goiânia (GO)

Conhece quem mora na Região Metropolitana de Goiânia? Nesta cidade, uma professora pede ajuda da comunidade para falar aos alunos sobre o ciclo de vida das borboletas. Não é preciso ser profissional, apenas conhecer o processo e, de preferência, ter como demonstrar.  Saiba mais.

Robótica em Canto do Buriti (PI)
Nesta cidade do sudoeste do Piauí, os professores querem modernizar as aulas. Além de robótica, eles também querem saber sobre metodologias ativas. São educadores abertos a alguém que leve as últimas novidades. Saiba mais.

Brincadeiras e jogos educativos em Almirante Tamandaré (PR)
Nesta escola do interior do Paraná, os educadores enviaram vários pedidos, um deles é para tornar mais lúdico o aprendizado. Podem ser dicas de ferramentas, ideias para implantar no dia a dia, compartilhamento de repertório, entre outras possibilidades. Saiba mais.

Edição de vídeo em Santo Ângelo (RS)
A professora desta escola tem trabalhado com projetos de vídeo, mas percebe que alguns alunos conseguem editar e outros não. Além disso, ela mesma sente falta de ter uma ferramenta básica que consiga manejar e pede uma atividade para si própria. Saiba mais.  

Culinária em São Paulo (SP)
Pedidos por atividades sobre culinária já renderam alguns dos momentos mais especiais do Quero na Escola. Agora é uma professora que pede ajuda da comunidade para aproximar os estudantes do tema. Há um cardápio grande de possibilidades de realização aqui: palestra, uma receita, uma degustação. Saiba mais.

Literatura de cordel em Guarulhos (SP)

Colocar os estudantes em contato com esta arte linda e brasileira é o desejo desta professora. Vale ler, levar suas obras, apresentar o ritmo ou a história que acompanha o gênero. Saiba mais.

Jogos de tabuleiro em Hortolândia (SP)

A professora desta cidade na região de Campinas gostaria de levar os jogos de tabuleiro para a sala de aula. Vale, inclusive, ensinar as regras dos seus jogos preferidos ou ajudar os alunos a criarem instrumentos autorais para a própria brincadeira!  Saiba mais.

Horta orgânica em Sorocaba (SP)
A professora desta escola do interior paulista pede ajuda para criar uma horta orgânica, que melhore a qualidade e a variedade da merenda dos alunos. Uma super oportunidade para plantar uma semente de sustentabilidade e servir de referência de alimentação saudável para a comunidade.   Saiba mais.

 

Quer saber mais sobre o Quero na Escola Especial Professor?